google.com, pub-7361737802479424, DIRECT, f08c47fec0942fa0
top of page

Singular (5)




Tom: C (Tom original: B) Se colocar o capotraste na 4ª casa, fica no tom original

Intro: C9 G Am Em

C9 É tão singular G Am O jeito que me observa acordar Em C9 E meu cabelo não parece te assustar G Am Você, incrivelmente, não se importa D C9 Se eu te chutar a noite inteira

É singular

G Am Tua vergonha e tua forma de pensar Em C9 O teu abraço que me enlaça devagar G Am E enfeita todos os meus D Dias e horas

Refrão:

Am C É tão particular o meu encontro Quando é com você G O meu sorriso quando D Tem o teu pra acompanhar Am C As minhas histórias quando vo Para pra escutar G A minha vida quando D C9 Tenho alguém pra chamar de vida

( G D ) ( Am7 C G D )

C9 É tão singular G Am A habilidade que eu tenho em montar Em C9 Um arsenal de clichês pra te cantar G Am Na intenção de te fazer não esquecer D C9 Que eu nunca vou parar de te chutar G A noite inteira Am Em Mesmo se você brigar eu te enlaço C9 E não me permito soltar G Am Pro nosso nós não deixar de ser D C9 D Assim: tão singular __

Refrão:

Am C É tão particular o meu encontro Quando é com você G D O meu sorriso quando tem o teu pra acompanhar Am C As minhas histórias quando você para pra escutar G A minha vida quando D Tenho alguém pra chamar

C9 G Am Em De vida C9 G Am D De vida C9 G Am Em De vida C9 G Am D De vida

Final: ah ah ah (Am7 C G D)





















bottom of page